Identificar oportunidades de negócios

Oportunidades de negócios – Como identificar?

Identificar oportunidades de negóciosEm maior ou menor intensidade, todos têm uma alma empreendedora. Isso porque o ser humano é criativo (algumas pessoas, porém, não alimentam ou reprimem essa criatividade) e está sempre em busca de viver e construir algo novo. E isso é válido no meio empresarial: o empreendedor está sempre à procura de novas oportunidades de negócio.

Porém, muitos se deparam com a situação onde há o desejo e a força para empreender, e por vezes até dispõem dos recursos necessários (conhecimentos, tecnologia, dinheiro, etc.), mas não encontram uma boa oportunidade. Não conseguem enxergar opções e dentre elas escolher a melhor.

Como identificar oportunidades de negócios? Como coletar as informações corretas? Como estimular a criatividade? Como escolher a melhor oportunidade?

Vamos explorar alguns aspectos dessa temática.

Ler e buscar informações

O primeiro aspecto a se considerar é o que poderíamos chamar de básico: sem o conhecimento do que está acontecendo no mundo, nas pessoas, no mercado, e até mesmo em si próprio, dificilmente boas ideias surgirão. É preciso sair da zona de conforto e enxergar além daquilo que é o comum da vida.

À medida que livros, notícias e estudos forem lidos; conforme novos lugares forem visitados e novas experiências forem vividas; ao passo que seu olhar, sua atenção e sua capacidade de observação forem aprimorados, então novas oportunidades serão mais facilmente percebidas. É preciso sair do superficial.

Se estamos falando de negócios, então é preciso considerar ainda estar atualizado e com conhecimentos também em áreas da administração, como finanças e marketing. Não se trata aqui somente de obter uma boa ideia, mas de uma oportunidade de negócio.

Com essa abertura e busca por conhecimentos, experiências e novidades, e com o faro apurado para identificar oportunidades, é hora de dar passos.

Oportunidades no que já é habitual

Muitos empreendedores, ao buscar oportunidades, esquecem – ou acreditam não ser possível – de analisar as possibilidades de negócio dentro daquilo que já faz parte do seu cotidiano. E fazem ou pensam assim por julgarem que já tem domínio sobre tudo o que se refere a tal setor ou por não ter perspectivas positivas nele.
Antes, porém, de eliminar o setor onde você já está presente, é importante analisá-lo com cuidado.

Há atividades, produtos ou serviços que possam ser aprimorados? O setor está necessitando de alguma inovação que possa ser desenvolvida? O setor está desatualizado em relação às tecnologias hoje existentes e você pode modernizá-lo?

Imaginemos um empreendedor que atue há 10 anos no setor de autopeças. Muito conhecimento e experiência já foram acumulados. Porém, os muitos anos nesse setor o faz desejar algo novo, e o primeiro impulso é buscar uma atividade em outro setor. Não que se inválida essa busca, mas talvez os anos de conhecimento e experiência, aliados com um bom estudo do setor e das novidades do mercado, pode representar uma oportunidade de negócio ainda não percebida pelo setor.

A dica é: olhe para aquilo que já está acostumado mas de uma perspectiva diferente e com conhecimentos e experiências novas.

Oportunidades no que não é o seu cotidiano

Por outro lado, observar aquilo que está fora do nosso dia-a-dia pode nos fazer enxergar oportunidades que as pessoas que já estão inseridas nessa realidade ainda não perceberam.

Quando for navegar em mares desconhecidos – setores do mercado em que você nunca atuou – torna-se ainda mais importante adquirir conhecimentos e experiências. Leia a respeito, visite lugares, converse com pessoas que já atuem nesse setor.
É importante, pois facilita a condução do empreendimento, buscar oportunidades em setores com os quais você já tenha alguma familiaridade. Se, por exemplo, você nunca atuou no setor de usinagem e possui pouco ou nenhum conhecimento sobre essa área, mas possui mais familiaridade com o setor de logística por já ter estudado à respeito, talvez seja preferível olhar com mais atenção para essa segunda opção.

Vale lembrar que os produtos e serviços existem para satisfazer as necessidades e desejos das pessoas. Por isso, não deixe se olhar para as pessoas: o que elas estão buscando e não estão encontrando? O que mais tem significado dificuldade para sua vida? Como você poderia ajudar a tornar o dia-a-dia das pessoas mais ágeis, produtivos ou felizes?

Quanto mais você se distanciar da sua realidade empresarial atual, maior a necessidade de observar com atenção e estudar com mais afinco.

Oportunidades além do hoje

Não se deve construir um negócio pensando apenas no hoje ou no curto prazo. Muitas empresas morrem por esse descuido: percebem uma oportunidade momentânea, apostam nela, e não cuidam para que ela seja perene ou ao menos durante por bons anos.
Por isso, muitas oportunidades de negócio podem ser encontradas quando se olha para o futuro, e não apenas para o presente.

O que está por vir? O que deve acontecer em 3, 5 ou 10 anos? Quais são os serviços ou produtos que as pessoas e empresas demandarão?

A prosperidade de um negócio não está relacionada apenas com uma boa administração e com um bom produto ou serviço, mas também com o timing da oferta; isto é, saber ofertar no momento certo, para as pessoas certas e da forma certa. Está relacionamento, muitas vezes, com ser inovador e sair na frente dos competidores, ainda que isso traga consigo uma dose de riscos.

Oportunidades de negócios

A necessidade de planejamento

Como não basta uma boa oportunidade para ter sucesso nos negócios, não confie que apenas com uma boa ideia tudo dará certo.

Se você deseja ter sucesso no seu empreendimento, invista em planejamento e estratégia. Sem medo. Não enxergue essas atividades como algo desnecessário ou menos importante do que tornar a empresa operacional; entenda o planejamento como parte da construção, execução e condução do negócio. O tempo e os recursos gastos com planejamento irão retornar como solidez e crescimento.

Suponhamos que você encontrou uma boa oportunidade. A partir disso, outras questões devem ser respondidas: o que é necessário para empreender, manter e crescer? O negócio é viável? Quanto é necessário investir e quanto terei de retorno? Quais são os recursos humanos, tecnológicos e de produção que serão necessários? Como a será a estrutura societária e tributária da empresa? Quais serão os objetivos de curto, médio e longo prazo e quais serão as estratégias para atingi-los? E assim sucessivamente.

Invista na elaboração de um bom plano de negócio. Realize um excelente estudo de mercado. Faça uma estruturação adequada da sua gestão.

É o misto que de oportunidade, planejamento e execução que conduzirão o negócio para o objetivo desejado.

——————

Já considerou contratar uma consultoria empresarial para ajudá-lo? Saiba por que contratar uma consultoria empresarial.

Confira o nosso guia sobre Como elaborar um plano de negócio.