A importância da estratégia para a pequena empresa

Estratégia - Pequena empresaA pequena empresa, tal como as empresas de qualquer porte, deseja consolidar o seu negócio e crescer. A pergunta a se fazer é: qual a estratégia que está sendo seguida para alcançar esse objetivo? Existe essa estratégia?

A realidade vivida pela pequena empresa envolve muito dinamismo e poucos recursos, e justamente por isso é necessário um plano orientador para alcançar os objetivos. Infelizmente, muitas pequenas empresas negligenciam essa atividade e tornam-se puramente operacionais, permitindo que as ações sem planejamento as levem para algum lugar, e não que um planejamento prévio oriente as ações para que elas conduzam a empresa a um lugar determinado.

Vamos explorar nesse artigo a importância da estratégia empresarial para a pequena empresa, e como ela pode iniciar ou aprimorar a sua estratégia.

As diversas situações vividas pela pequena empresa

Se observarmos com atenção, constataremos que no dia-a-dia de uma pequena empresa uma série de atividades são realizadas e decisões são tomadas e, muitas vezes, sem ter uma direção comum para onde tudo aponta. Em outras palavras, muitas situações são vividas tendo em vista apenas o presente, o momento atual, e não o futuro e como aquela ação pode impactar positivamente ou negativamente nos negócios da empresa.

Isso é observado tanto no ambiente interno, em tudo o que deve ser administrado e executado, como também na atuação externa, na maneira como a empresa se relaciona com os clientes, concorrentes e com o mercado em geral. A falta de um plano orientador gera ações desvinculadas e, por vezes, maléficas para o futuro da empresa, e se que só serão percebidas com o passar do tempo.

Uma compra maior pode ser interessante no momento, mas causar impacto negativo no futuro da empresa; uma ação de marketing pode ser muito atraente no hoje, mas corre o risco de encaminhar a empresa para uma direção que ela não gostaria e que só perceberá no futuro (pela ausência da estratégia); a contratação ou demissão de funcionários pode ser uma medida para a solução de problemas pontuais, mas que pode gerar problemas ainda maiores no futuro. E assim poderíamos discorrer por todos os departamentos da empresa.

Em meio às muitas mudanças que o mercado e a pequena empresa sofrem em um curto espaço de tempo, ter um plano que dita os objetivos e os meios de alcançá-los pode fazer toda a diferença para o sucesso e segurança da empresa.

Por que é importante uma estratégia?

A estratégia empresarial surge então como a ferramenta, a base, o fundamento para o crescimento da pequena empresa. A estratégia não é importante somente para cumprir boas práticas de administração, mas é de fato algo bom para a empresa: durante o desenvolvimento da estratégia, a empresa amplia o seu conhecimento sobre o mercado e toma decisões mais coerentes, e durante a execução, a empresa sabe que estará pisando em um solo firme e toda a empresa pode caminhar em uma mesma direção.

Se o seu sonho pessoal é ir para a Disney, é preciso então planejar como e quando isso acontecerá e trabalhar para que o sonho se torne realidade.

Da mesma forma, se sua empresa pretende crescer 50% nos próximos 3 anos, é preciso planejar como isso acontecerá. E esse planejamento não deve ser superficial; mas, ao contrário, deve coletar e analisar informações para que o caminho escolhido e as decisões tomadas sejam realistas e sejam, de fato, a melhor escolha.

Ter uma estratégia empresarial não é um luxo apenas para as grandes empresas, mas deve ser uma prioridade para todas as empresas.

Como iniciar o desenvolvimento de uma estratégia?

A primeira questão a ser analisada e respondida é se sua empresa está em condições de elaborar essa estratégia com os recursos que já possui (pessoas, experiências, conhecimentos, tempo, etc.). Para ajudar, veja este artigo: Contratar uma consultoria ou realizar o trabalho internamente?

Por vezes, desenvolver uma estratégia é um processo denso e que envolve muita pesquisa, análise e tomada de decisões. Não é algo que se realiza em poucos dias e não deve ser superficial. Não basta ter uma estratégia apenas para dizer que tem, mas é importante ter uma estratégia que realmente colabore para o desenvolvimento do negócio.

Em uma estratégia uma série de fatores deve ser considerada:

  • O negócio da empresa e sua composição;
  • Os produtos e serviços oferecidos;
  • Os concorrentes diretos e indiretos;
  • Os clientes, potenciais clientes e os não-clientes;
  • Os fornecedores e parceiros;
  • As ações de marketing e comerciais;
  • As pessoas envolvidas;
  • O planejamento financeiro e de captação de recursos;
  • Os riscos e as oportunidades envolvidas no negócio;
  • O cronograma de implantação;
  • Entre outros.

O principal ponto de partida para iniciar uma estratégia é os sócios, administradores e gestores da empresa se convencerem da necessidade e da importância desse trabalho. Do contrário, ainda que uma estratégia seja desenvolvida, depois ela ficará na gaveta, pois a consciência e a cultura da empresa não favorecem a presença e a execução da estratégia.

O auxílio de uma consultoria empresarial

Sabendo da importância de possuir uma estratégia empresarial bem elaborada, muitas empresas (inclusive pequenas empresas) recorrem ao auxílio de uma consultoria empresarial.

Veja o material: Por que contratar uma consultoria empresarial?

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Há empresas de consultorias especializadas em pequenas empresas e que oferecem o serviço de desenvolvimento de estratégias. Uma dessas empresas é a Intelliplan Consultoria Empresarial, através da sua área de Estratégia Empresarial.

O importante é o pequeno empresário não deixar que a sua empresa seja levada pelos ventos, mas que assuma o controle da empresa e dite o caminho que ela deve seguir. E esse caminho e a forma de percorrê-lo são determinados e instruídos através da estratégia empresarial.