Pequena empresa competitiva

5 dicas para uma pequena empresa ser mais competitiva

Pequena empresa competitivaA disputa por fatias do mercado e pelos consumidores está cada dia mais acirrada. E é um desafio ainda maior para uma pequena empresa (que possui menos recursos) ser mais competitiva. O fato é que não fazer nada para ser mais competitivo já é retroceder; se muitas empresas estão aprimorando o seu negócio, aquelas que não estão fazendo-o logo ficarão para trás. Não é preciso cometer um grande erro para deixar de ser competitivo, basta não agir em prol do crescimento da empresa.

Vamos nesse artigo expor 5 dicas para tornar uma pequena empresa mais competitiva. Você pode ainda saber mais sobre o assunto através do material: Como aumentar as vendas com consultoria de mercado.

Dica #1 – Conheça os seus clientes e concorrentes para ser mais competitiva

Cada vez mais o atendimento e a oferta de produtos e serviços se tornam personalizados. Os consumidores querem receber algo feito para eles, de acordo com as suas necessidades, e não algo feito para todos. Por isso, uma empresa para ser mais competitiva precisa conhecer a fundo os seus clientes.

E o mesmo se pode dizer sobre os concorrentes: competir sem conhecer quem está buscando os mesmos objetivos que você é um risco enorme. Quando uma empresa conhece os seus concorrentes e mantém esse conhecimento atualizado, ela se torna mais competitiva pois possui informações que a ajudarão a tomar decisões no tempo correto para não ser surpreendida. Afinal, com o aumento dos concorrentes, os consumidores passam a ter mais opções de escolha antes de contratar um serviço ou comprar um produto, e daí a importância de concorrer as ofertas que seus concorrentes fazem.

Dica #2 – Se adapte à realidade

Muitas empresas querem sobreviver e crescer hoje agindo da mesma forma que agiam no passado. O mercado evoluiu, as pessoas mudaram, as tecnologias proporcionam agora novas possibilidades. Se quer ser mais competitivo, esteja de acordo com o que a realidade atual pede.

Não se trata aqui de ser a empresa mais moderna do seu segmento, mas sim de deixar para traz tecnologias, práticas de gestão e de estratégia, formas de atuação comercial e de atendimento ao cliente, entre outras ações, que não são mais condizentes com o mundo atual. E se o seu concorrente também sobrevive preso ao passado, pode ser um bom momento para a sua empresa sair na frente e dar um salto na competitividade.

Dica #3 – Se prepare para as tendências

Atualmente já existem soluções para monitorar o mercado e acompanhar tudo o que está acontecendo e o que está por vir. Uma pequena empresa com alta competitividade é aquela que também se prepara para as novidades que estão surgindo (ou, quem sabe, é aquele que propõe novidades para o seu mercado).

É preciso que o pequeno empresário e todos os gestores da empresa estejam atualizados sobre o que está previsto para o seu segmento, como ele pode impactar o mercado e a sua empresa, e comece a se preparar para isso. Com isso a sua empresa se torna mais ativa e menos reativa.

Dica #4 – Revise o seu modelo de negócios

Talvez a forma como você busca, propõe, constrói e mantém negócios já não seja tão adequado. Muitas pequenas empresas possuem um produto ou serviço de qualidade e atual, profissionais competentes e boa estrutura, mas querem vender e tratar o mercado da mesma forma que há 30 anos.

Obviamente, não é fácil deixar um modelo de negócio que a empresa utiliza há anos (e nem sempre ele precisa ser totalmente renovado). Mas é necessário revisá-lo para saber até que ponto ele continua atual e coerente.

Dica #5 – Invista em inovação

Se queres ser competitivo, inove. E inovar não significa inventar algo totalmente novo ou mudar totalmente um conceito: a inovação por ser com pequenas mudanças. As empresas mais competitivas são aquelas que estão continuamente buscando novas oportunidades e identificando como os produtos, serviços e negócios podem ser melhorados.

É preciso sair da zona de conforto, quebrar paradigmas e enxergar além da realidade vivida pela empresa. A criatividade está envolvida nesse processo, mas se trata muito mais de pesquisar, analisar, descobrir o que está acontecendo e o que o mercado está demandando.

Revisando o plano de negócios

Em resumo, para uma empresa ser mais competitiva é preciso, por vezes, revisar o plano de negócios. Isso porque o engano de muitos empresários é pensar que um plano de negócio deve ser utilizado apenas na construção de novas empresas, e não serve para empresas que já estão em funcionamento.

Ao contrário, o plano de negócio é uma excelente ferramenta para repensar um negócio já existente, tornando-o mais coerente com a realidade atual e preparando-o para lidar com o que está por vir.

Por isso, a Intelliplan Consultoria Empresarial desenvolveu o e-book: Como elaborar um plano de negócio. Basta acessar e fazer o download!

Como elaborar um plano de negócio

O importante é buscar continuamente o crescimento e o aumento da competitividade. Parar de lutar é um risco muito grande para uma pequena empresa.