Plano de negócio

Plano de negócio: pronto para iniciar?

Plano de negócioElaborar um plano de negócio não é uma tarefa fácil. Até desejamos encontrar um plano de negócio pronto. Contudo, é preciso compreender que o plano de negócio não é apenas uma atividade formal e dispensável. Desenvolver um plano de negócio influencia diretamente no sucesso e no caminho a ser trilhado por todo empreendimento.

Há, por vezes, um desejo de partir para a execução, para a realização daquilo que é o produto ou o serviço do negócio: quem pretende vender calçados, quer logo comprar e expor na vitrine os calçados que irá revender; quem oferecerá um serviço de advocacia quer logo organizar e estruturar quais são esses serviços e anunciá-los para possíveis interessados; e assim sucessivamente. E a sensação que muitos empresários possuem é que enquanto não estiverem trabalhando na operação do negócio, ainda não estão sendo eficazes em seu propósito.

Muitos esquecem ou ignoram, porém, que planejar faz parte do todo, e consideram isto como algo à parte ou desnecessário – ou, no mínimo, não dão a devida importância. Coletar informações, analisar o mercado, traçar cenários, definir a melhor estratégia, tudo isso é um passo importante para o sucesso do empreendimento (também por isso encontrar um plano de negócio pronto não é o ideal: cada negócio, cada mercado, cada região geográfica, cada empreendedor possui as suas características próprias).

O primeiro passo é esse: tomar consciência de que elaborar um plano de negócio é parte fundamental do sucesso.

Material de apoio

Para ajudar empreendedores a elaborar um plano de negócio, a Intelliplan Consultoria Empresarial desenvolveu o guia Como elaborar um plano de negócio.

Como elaborar um plano de negócio

Material gratuito – Como elaborar um plano de negócio

Esse guia é um material gratuito e completo que pode ajudá-lo a desenvolver o seu próprio plano de negócio.

Resistências para elaborar um plano de negócio

Algumas objeções são apresentadas pelos empreendedores para elaborar um plano de negócio. Vejamos um pouco sobre elas e qual a concepção mais correta.

  • É demorado elaborar um plano de negócio: muitos empreendedores argumentam que um plano de negócio pode levar meses para ser elaborado, e esse tempo poderia ser gasto em outras atividades. No mesmo sentido, argumentam que por demorar tanto tempo, podem perder algumas oportunidades do mercado. É importante avaliar, porém, que o tempo gasto elaborando um plano de negócio retornará para o empreendimento com tomadas de decisões mais ágeis no futuro, uma vez que o passado, o presente e o futuro já terão sido analisados e a empresa está muito mais preparada para responder às demandas que surgirão. Além disso, o tempo total para desenvolver um plano de negócio depende do conhecimento, experiência e disponibilidade do empreendedor – e daqueles que estão junto dele – na realização de tal atividade; o tempo, portanto, pode ser reduzido quando se conta com um auxílio experiente.
  • Tudo está mudando muito rápido: outro argumento constante é de que não vale a pena elaborar um planejamento quando tudo – mercado, consumidores, concorrentes, produtos e serviços – estão mudando rapidamente, e aquilo que foi definido – dizem – logo ficará obsoleto. Há, contudo, outro ponto de vista a observar: é justamente pelo fato de tudo estar mudando rapidamente que o planejamento e estratégia se fazem ainda mais necessário. Diante de tantas mudanças, quem não tem um plano acabará sendo levado por movimentos indesejados e inesperados. De fato, o plano de negócio não é perene, e exige atualizações periódicas. Mas isso faz parte do processo normal de adaptação, sem deixar caminhar rumo ao objetivo traçado.
  • Faltam recursos e ferramentas: já alguns empreendedores afirmam que para desenvolver um plano de negócio, coletando todas as informações necessárias e para analisá-las e decidir, é preciso o uso de muitas ferramentas para coleta e análise de dados; para alguns, a barreira está na falta de pessoas para ajudar nessa tarefa, já que consome tempo e exige dedicação. Sabemos, porém, que o acesso à informação está cada vez mais fácil e gratuito, e uma grade quantidade de ferramentas – inclusive gratuitas – estão disponíveis para ajudar na organização. Se o que está faltando são pessoas, é importante compreender dois fatos: o empreendedor deve estar diretamente envolvido no desenvolvimento de pessoas, e ele pode contratar auxílio de profissionais externos – como consultores empresariais – para realizar esse trabalho.
  • É caro contratar um auxílio: como o plano de negócio está relacionado a algo novo – uma empresa, um produto, um serviço – e desenvolver e lançar algo novo demanda investimentos financeiros, diversos empreendedores acreditam que gastar ainda mais dinheiro com um plano de negócio é inviável; além disso, consideram caro o trabalho de consultorias. Ao fazer essa análise de viabilidade e de custo-benefício é preciso considerar, porém, os riscos que se corre ao não elaborar um plano de negócio; isto é, qual a probabilidade de não ter o retorno esperado no novo empreendimento justamente por falta de planejamento, falta de conhecimento do mercado e má preparação para ofertar algo novo e responder à demanda (demanda esta muitas vezes superestimada, justamente por falta de análise prévia). Além disso, uma boa pesquisa de mercado pode revelar boas consultorias com preço acessível capazes de ajudá-lo na elaboração do plano de negócio e aumentar as chances de sucesso do empreendimento.

Pronto para iniciar?

Não coloque em risco o seu empreendimento por um descuido no planejamento. Considere o plano de negócio como um investimento: o que investir nele terá um retorno ainda maior no futuro.

——————————

Saiba mais sobre a importância de elaborar um plano de negócio.

Quer ajuda para desenvolver o seu plano de negócio? Conheça a Intelliplan Consultoria Empresarial.

Faça o download gratuito do guia Como elaborar um plano de negócio.