análise de mercado

Analisar o mercado – Qual a importância?

Analisar o mercado – Qual a importância?

Analisar o mercadoCompreender a importância de analisar o mercado está diretamente relacionado com a compreensão das mudanças dos tempos atuais. Dito de maneira simples, a análise de mercado é fundamental pois tudo está mudando muito rapidamente, novidades estão surgindo a cada dia, novos riscos e oportunidade batem à porta das empresas, e diante de tudo isso é preciso se adaptar. E como se adaptar se não há um conhecimento claro sobre o mercado?

Veremos nesse artigo alguns fatores que justificam a importância de analisar o mercado.

Analisar o mercado para ter uma visão mais realista

Muitas empresas constroem a sua concepção sobre o mercado não baseada em dados, estudos e análises, mas naquilo que os líderes da empresa foram capazes de perceber com o decorrer do tempo. De fato, toda a experiência e conhecimento acumulados com os anos de atuação no mercado devem ser levados em consideração. Porém, é preciso ter claro que na maioria das vezes não somos capazes de estar à par de tudo o que está acontecendo e assim ter uma visão real sobre a situação do mercado no momento. Assim, essas empresas têm uma visão do mercado baseada em dados desatualizados.

A análise contínua do mercado é necessária para manter uma visão realista sobre o mercado e assim tomar decisões mais acertadas.

Olhar para o presente e para o futuro

Ao analisar o mercado obtém-se não apenas uma visão do presente, mas também do futuro. E é fundamental para toda empresa estar preparada para as tendências do seu mercado.

Uma boa análise de mercado não leva em consideração apenas os cenários atuais, mas também aquilo que está por vir e como pode impactar a sua empresa. Isso porque como as mudanças estão se tornando uma constante, muito do que for analisado sobre o hoje, logo terá sofrido alterações. Daí a necessidade de saber não apenas como o mercado está, mas onde e como ele estará em breve.

Aumento do conhecimento para tomada de decisões

Boas decisões demandam informações atualizadas. Um bom gestor ou empresário não decide sem antes se atualizar sobre tudo o que envolve a sua decisão: clientes, consumidores, concorrentes, parceiros, fornecedores, finanças, marketing, entre outros.

Se uma empresa quer tomar decisões mais acertadas, é essencial que ela aumente o seu conhecimento. Isso é válido tanto para as questões menores, do dia-a-dia, mas principalmente para decisões maiores, como a realização de investimentos, a entrada em novos mercados, a oferta de produtos e serviços, etc.
E mais: esse conhecimento não deve e não pode ser construído da noite para dia; deve ser uma busca constante da empresa por coletar, analisar e distribuir por toda a organização as informações pertinentes ao seu negócio.

Analisar e acompanhar o mercado continuamente

Daí surge a necessidade de analisar e acompanhar o mercado continuamente, e não de maneira esporádica ou somente em caso de necessidade urgente. Se você quiser compreender mais sobre os motivos para monitorar o mercado e quais os benefícios dessa ação, faça o download do material que a Intelliplan desenvolveu: Razões para monitorar o mercado.

Razões para monitorar o mercado

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado
Monitoramento do mercado – 5 razões para investir

Monitoramento do mercado – 5 razões para investir

Monitoramento do mercadoSua empresa já cogitou investir no monitoramento do mercado? Isto é, já considerou a possibilidade de acompanhar as informações do mercado de maneira mais personalizada e eficaz para trazer resultados concretos para sua empresa? Se isso ainda não avaliado, este é um bom (e necessário) momento.

Cada vez mais as empresas estão sendo inundadas por informações e novidades, e por vezes é até difícil filtrar aquilo que realmente pode causar impacto nos negócios. Por lado, não ter ciência dos acontecimentos ou deixá-los de lado pode significar perda de oportunidades ou risco desnecessário; por outro, consumir tempo e recursos na leitura e análise de informações que não são necessárias para o negócio não é muito inteligente.

Vamos nesse artigo explorar 5 razões para sua empresa investir no monitoramento do mercado.

Razão #1 – As mudanças estão ocorrendo muito rapidamente

Em uma rápida análise dos últimos 3 anos, podemos constatar que: muitos produtos e serviços que pareciam promissores ou até mesmo que viviam com boa estabilidade, simplesmente desaparecem; muitas tendências foram afirmadas e confirmadas, mas nem todas aconteceram no prazo previsto (mas talvez ainda se concretizem); o comportamento do consumidor segue mudando intensamente, e até os menos adeptos à tecnologia estão cada vez mais no mundo digital; e a lista poderia continuar…

Isso significa, de maneira simples, que as mudanças nessa era estão acontecendo cada vez mais rápidas. Isso não quer dizer que tudo se tornou descartável, mas sim que o processo de evolução está acelerado. E essa evolução impacta a vida das pessoas e das empresas (ou poderíamos dizer que são as pessoas e as empresas que promovem essa evolução). Não estar atento aos movimentos que acontecem pode fazer com que sua empresa faça parte das estatísticas dos negócios que pareciam promissores mas deixaram de ser.

O monitoramento do mercado surge como uma solução: se as mudanças estão rápidas, a atenção e a constância devem ser ainda maiores. Realizar estudos de mercado esporadicamente apenas pode ser perigoso. Uma empresa que deseja se fortificar no presente e estar sempre preparada para o futuro deve investir no monitoramento do mercado.

O ADI-Mercado é a solução da Intelliplan Consultoria Empresarial para as empresas que desejam monitorar o mercado e contar com um auxílio de um consultor para analisar as informações e tomar decisões. Conheça!

Razão #2 – Oportunidades podem ser descobertas

Toda empresa que realiza o monitoramento do mercado torna presente uma situação desejada por muitos: a descoberta frequente de oportunidades de negócio. E isso se deve a uma razão muito simples.

Quando uma empresa acompanha o mercado (concorrentes, consumidores, clientes, fornecedores, parceiros, tendências, etc.) e está sempre atualizada sobre o que está acontecendo, o seu campo de visão aumenta e as surpresas aparecem com menos frequência. Como as informações são continuamente analisadas, logo que percebe um movimento favorável essa empresa já pode organizar-se para agir e explorar essa oportunidade. Em outras palavras, uma empresa que faz o monitoramento do mercado se torna ativa, e não reativa.

E nessa ação ativa que se encontram a oportunidade, a inovação, a criatividade.

Monitorar o mercado

Razão #3 – Os riscos precisam ser identificados

Há um fato e um engano comum. O fato é que o acesso à informação está muito facilitado e que cada vez mais conteúdo é disponibilizado na internet e nos mais variados meios de comunicação. O engano é acreditar que, devido à facilidade de acesso, sempre que a empresa precisar de informação encontrará prontamente. E no meio dessas informações estão escondidos os riscos para os negócios da empresa.

Uma comparação pode ajudar a compreender. Sabemos que o oceano existe e está cheio de água, e chegar até as suas águas é simples, já que muitas praias estão próximas e acessíveis; e sabemos ainda que no que oceano há peixes, muitos peixes – além de muitos outros animais e objetos; e sabemos também que o peixe pode saciar a nossa fome. Tudo isso é o fato. O engano, porém, é acreditar que sempre que você tiver fome, você terá disponibilidade de tempo e dinheiro para ir até o mar pescar; o engano é acreditar que quando precisar de alimento rápido, conseguirá que os peixes mais saudáveis venham até a sua rede sem muito esforço; o engano é acreditar que ao lançar a sua rede, somente virão peixes, esquecendo das garrafas, plásticos e tantos outros objetos que estão presentes no mar.

O monitoramento do mercado permite identificar os riscos e as ameaças para a sua empresa de maneira ativa, e não apenas em caso de necessidade de reação.

Razão #4 – Decisão errada custa caro

Para grande parte das decisões a serem tomadas não há espaço aprender e acertar em meio às “tentativas e erros”. O erro custa caro. A decisão mal feita por uma compra ou um investimento custa caro; a decisão de investir em um mercado sem sucesso custa caro; a decisão de não agir quando o ideal era ter tomado à frente pode custar muito caro.

Nesse sentido, o monitoramento do mercado torna a tomada de decisões mais fundamentada e precisa. Sem deixar de lado a experiência e conhecimentos já adquiridos, o monitoramento do mercado traz dados e informações que auxiliam na compreensão melhor do mercado e, com isso, permite tomar decisões mais realistas e consistentes.

Monitorar o mercado torna-se para as empresas – de maneira especial para os decisores – algo de fundamental importância para diminuir as chances de erros e aumentar o grau de sucesso.

Razão #5 – Muita informação e pouco tempo

A cada dia os jornais, revistas e sites da internet publicam e compartilham uma infinidade de notícias, e à primeira vista tudo parece interessante – e por vezes até útil. Mas há uma sensação cada vez mais comum entre empresários e gestores: está faltando tempo para acompanhar tanta informação. Então, o que fazer?

O monitoramento do mercado não funciona de forma aleatória, mas focada em resultados. Isso significa que uma empresa que contratou o monitoramento do mercado passa a contar com meios para acompanhar as notícias que realmente importam para o seu negócio, pois toda informação é coletada, filtrada e analisada de acordo com aquilo que é a prioridade da empresa para o momento.

Monitoramento do mercado para pequena e média empresa?

O engano de muitos empresários e gestores é acreditar que uma solução como essa é acessível apenas para grandes empresas e demanda muito investimento. O monitoramento de mercado está disponível também para pequenas e médias empresas.

Foi pensando nesse público que a Intelliplan Consultoria Empresarial, que há anos já oferece serviços de Inteligência de Mercado, desenvolveu o ADI-Mercado, uma solução de monitoramento de mercado disponível para empresas de todo o Brasil e que oferece o suporte e a experiência dos consultores da Intelliplan.

Não é necessário estar envolvidos em projetos de grande porte ou comprometer grande parte do orçamento para contratar o monitoramento do mercado. Além disso, não se trata apenas de analisar o investimento, mas os riscos que uma empresa corre quando está acompanhando tudo aquilo que diz respeito ao seu negócio.

Vale a pena contratar uma consultoria de mercado?

Mas será que é realmente vantajoso contratar uma consultoria? Não é mais fácil fazer tudo internamente? Esse artigo ajudará a esclarecer a dúvida: Contratar uma consultoria empresarial ou realizar o trabalho internamente?

Para ajudar os empresários e gestores a compreender melhor o trabalho de uma consultoria, quais são os benefícios da contratação e como tomar a decisão, a Intelliplan desenvolveu o material: Por que contratar uma consultoria empresarial?
Aproveite para conhecer e melhorar ainda mais os resultados do seu negócio!

Por que contratar uma consultoria empresarial?

E não deixe de conhecer o ADI-Mercado!

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado
Análise de mercado – Como realizar

Análise de mercado – Como realizar

Análise de MercadoRealizar uma análise de mercado é uma tarefa fundamental para a sobrevivência e o crescimento de toda empresa. Isso porque o mercado está em constante mudança (novos concorrentes surgem frequentemente, produtos e serviços são lançados e revisados, promoções são apresentadas, tendências surgem e certezas desaparecem) e é preciso ter conhecimento do que está acontecendo para tomar as ações mais apropriadas.

Analisar o mercado, portanto, não é uma atividade supérflua. Ao contrário, desconhecer os movimentos do mercado pode resultar em riscos para a empresa e na perda de oportunidades de negócios.

Decidido por realizar esse trabalho, é preciso então definir o escopo: o que será contemplado? Qual a abrangência geográfica? Quem e o que deve ser investigado? O que precisa ser confirmado? O que precisa ser descoberto?
As perguntas podem ser muitas, mas é preciso definir o foco para não desenvolver um trabalho amplo demais e ter, posteriormente, dificuldade em tornar as informações em ações e para não gastar tempo e recurso com estudos desnecessários. Daí a importância da experiência na realização desse trabalho.

Benefícios da análise mercadológica

No artigo “Análise de mercado para pequenas empresas vale a pena?” já exploramos o que uma análise de mercado pode contemplar. Agora, por que realizar uma análise de mercado? Quais são os seus benefícios?

De maneira objetiva, podemos mencionar 2 principais vantagens de uma análise mercadológica:

  1. Aumento do conhecimento da empresa sobre o mercado em que atua (concorrentes, clientes e consumidores, fornecedores e parceiros, tendências, e outros);
  2. Melhora do embasamento para a tomada de decisões.

O simples fato de uma empresa conhecer melhor o seu mercado a torna mais competitiva. Há muitas empresas que desconhecem o seu mercado ou possuem uma visão limitada ou desatualizada, apesar de julgarem-na ampla e atual.
E ao realizar esse estudo do mercado, não há a necessidade de incluir todos os stakeholders em uma única análise, apesar da relação entre eles, pois isso pode tornar o trabalho mais complexo e demanda mais recursos e investimentos. É possível, por exemplo, pesquisar e ponderar inicialmente somente sobre os concorrentes, para que sua empresa os conheça melhor e faça os ajustes necessários para ser mais competitiva; em outro momento, uma análise das tendências pode ser realizada, para que sua empresa identifique oportunidades de negócios em meio às muitas novidades que estão surgindo e saia na frente em seu mercado, se destacando.

E com isso, as decisões da empresa não serão mais baseadas apenas em opiniões ou experiências passadas – ainda que isso seja também importante e deve ser levado em consideração. Serão estudos, dados e informações que darão base para decisões mais sólidas e com maior chance de sucesso.

Análise de mercado pontual ou constante?

Outra decisão importante quando se fala de examinar o mercado é a frequência com que isso será feito. Uma empresa pode optar por aprofundar o seu conhecimento sobre o mercado de maneira pontual (trimestralmente, semestralmente, anualmente, ou conforme a necessidade) ou de maneira constante, através de um monitoramento do mercado.

A escolha da melhor opção depende de diversos fatores:

  • Mercado de atuação: há setores da economia que continuamente apresentam mudanças e novidades, e empresas que atuam nesses setores podem demandar um monitoramento contínuo do mercado, enquanto empresas que atuam em setores mais estáveis, podem realizar análises com intervalos maiores.
  • Capacidade de investimento: a complexidade, a amplitude, o escopo, a frequência, e diversos outros fatores podem influenciar no preço de uma análise de mercado, seja ela pontual ou constante. A empresa pode escolher conforme a sua disponibilidade de investimento nessa área.
  • Perspectivas futuras: em alguns casos realizar um estudo mercadológico pode ser mais urgente do que em outros, devido àquilo que a empresa está enxergando ou buscando para o futuro.
  • E outros.

Aqui na Intelliplan nós realizamos tanto estudos pontuais, através da nossa área de Inteligência de Mercado, como o monitoramento do mercado através do nosso serviço ADI-Mercado.

Veja este vídeo de apresentação do ADI-Mercado:

Analisar internamente ou com ajuda externa

Por fim, mas não menos importante – ao contrário, de suma importância – é necessário decidir sobre quem executará a análise de mercado.

Muitas empresas têm condições de realizá-la internamente por já possuírem profissionais especializados. Porém, a realidade das micro, pequenas e médias empresas, em sua maioria, é um volume de trabalho tão intenso em todos os departamentos que não haveria uma dedicação para a realização dessa atividade e há ainda a falta de conhecimento e experiência.

Surge então a possibilidade de contratação de uma consultoria empresarial.

Contratar uma consultoria para realizar a análise de mercado não apenas torna o trabalho viável como traz para dentro da empresa o conhecimento e a experiência dos consultores.

Independente da forma de realização – se interna ou externamente – o importante é a empresa compreender a importância de analisar o mercado e não procrastinar essa ação. Oportunidades podem estar sendo perdidas e a empresa pode estar correndo riscos que desconhece.

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado
Análise de mercado para pequenas empresas vale a pena?

Análise de mercado para pequenas empresas vale a pena?

Análise de mercadoDentre as muitas dúvidas que uma pequena empresa enfrenta, uma delas é se vale a pena investir em uma análise de mercado. De maneira ainda mais objetiva: investir tempo e dinheiro analisando o mercado trará algum retorno vantajoso para a empresa?

Os recursos disponíveis para uma pequena empresa são escassos. Por vezes, ocorre até mesmo de não haver nenhuma reserva para investimentos. Por outro lado, a falta de conhecimento gera muitas vezes insegurança e paralisia. E a falta de conhecimento sobre o mercado pode resultar em muitos riscos para a empresa.

É dentro dessa perspectiva que se deve avaliar se uma análise de mercado é algo interessante para uma pequena empresa. Até que ponto a falta de conhecimento sobre o seu mercado de atuação afeta uma empresa?

Para que uma análise de mercado?

Uma análise de mercado pode ser utilizada para as mais diversas finalidades, mas em última instância, a análise não é produto final, mas o meio para levantar informações e a partir delas aumentar o conhecimento e tomar decisões mais apuradas.

Vamos criar uma situação para facilitar a compreensão. Imagine uma empresa que decidiu investir na divulgação dos seus produtos, algo inédito para essa empresa. O João, empresário e administrador do negócio, baseado em sua experiência e conhecimento, acredita que desenvolver alguns panfletos e anunciar na rádio da cidade alcança um bom número de pessoas a um preço acessível. E ainda complementa: “Nunca ouvi propaganda de nenhum de nossos cinco concorrentes na rádio, e os panfletos que já peguei eram muitos simples. Iremos nos destacar!”. Confiante, o empresário reúne suas economias, contrata uma agência de propaganda, negocia os valores e dá início ao trabalho e à divulgação.
O que o João não sabia é que duas novas empresas haviam chegado à cidade vizinha oferecendo um produto muito semelhante ao seu, e ambas com o propósito de atuarem também na cidade da sua empresa. Mais do que isso, antes de virem para a vizinhança, elas estudaram as empresas que já atuavam na região, inclusive a empresa do João. Por serem empresas que estavam acostumadas a atuar em mercados competitivos, já chegaram com um bom plano de marketing, que não só utilizariam dos meios mais tradicionais de divulgação – como os panfletos e o rádio – como também fariam o uso das diversas ferramentas de marketing digital.
Para a surpresa do João, tão logo sua propaganda começou e ele tomou conhecimento dos dois novos concorrentes. Percebeu que sua ação não era tão inovadora assim, e até sentiu certa raiva por não ter tomado conhecimento dos novos concorrentes antes.
O investimento do João não foi em vão, mas poderia ter sido melhor aproveitado.

Uma análise de mercado realiza o levantamento de informações, e uma posterior análise, não somente dos concorrentes, mas de todos os envolvidos com o seu negócio, os chamados stakeholders.
Há muito que se pode e se deve saber sobre o mercado, principalmente antes da tomada de decisões, e negligenciar um bom estudo pode custar caro para uma empresa.

Uma análise de mercado pode contemplar, dentre outras atividades:

  • Pesquisas qualitativas e quantitativas (pesquisa de mercado, de satisfação, de imagem, e outras);
  • Estudos de viabilidade econômica e mercadológica;
  • Análise do desempenho de concorrentes;
  • Avaliação do mercado e das oportunidades de crescimento;
  • Identificação das perspectivas de mercado e as tendências de consumo e competitivas.

Se tratando de uma pequena empresa, tais informações e estudos podem ser o diferencial e a ponte para um crescimento de sucesso.

Analisando o mercado

Como dar início à análise de mercado? A primeira dúvida é sobre quem realizará este trabalho.

Faça o download gratuito do material Por que contratar uma consultoria empresarial?

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Se a sua empresa possui as ferramentas e conhecimentos necessários, mãos à obra!
Com o dinamismo atual do mercado, novidades surgem a todo momento e mudanças acontecem e se fazem necessárias. Tardar para conhecer melhor o mercado pode significar perda de oportunidades e o desconhecimento de ameaças para o seu negócio.

Há no mercado diversas empresas que oferecem o serviço de análise de mercado. Essas empresas, em geral de consultoria empresarial e mercadológica, possuem as suas especialidades e experiências, e cabe analisá-las para identificar aquela que mais se adapta à realidade e aos objetivos da sua empresa.

A Intelliplan Consultoria Empresarial, através das suas áreas de Inteligência de Mercado e de Estratégia Empresarial, atua na realização de análises e estudos e mercado.

O importante para o crescimento e sobrevivência de uma pequena empresa é manter-se atualizada sobre o mercado e com as informações corretas para a tomada de decisões.

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado
O mínimo que se deve conhecer sobre os concorrentes

O mínimo que se deve conhecer sobre os concorrentes

Nenhuma empresa é uma ilha isolada. Toda empresa está inserida em um mercado – ainda que ofereça um produto ou serviço inovador – e neste mercado ela compete com outras empresas para atrair os consumidores, vender para eles e mantê-los interessados em seus produtos. Porém, muitas empresas não se dão conta de quem são e o que fazem os seus concorrentes.

Algumas empresas realizam uma análise do mercado, em melhor ou pior qualidade e profundidade, especialmente dos concorrentes, quando estão iniciando o empreendimento ou quando começarão a ofertar um novo produto ou serviço. Contudo, o tempo vai transcorrendo e essa análise não é atualizada. Muito afirmam com tranquilidade: “Já conheço os meus concorrentes!”, como se se tratassem de coisas imutáveis.

Estamos vivendo em um mundo onde tudo se atualiza e muda em uma velocidade como nunca antes foi vista. As pessoas e as empresas estão continuamente mudando, seja para sair na frente ou para se adaptar àquilo que está afetando-as, e é preciso um esforço contínuo para monitorar essas mudanças, de modo que elas sejam transformadas mais em oportunidades do que em ameaças.

Há muito que se pode coletar, analisar e aprender sobre os concorrentes. Aqui vamos nos deter ao mínimo que você deve conhecer sobre os seus concorrentes:

  • Os produtos e serviços que eles oferecem;
  • Os diferenciais que eles possuem;
  • Como se posicionam no mercado e como estão sendo vistos por ele.

Produtos e serviços oferecidos pelos concorrentes

É importante conhecer todos os produtos e serviços oferecidos por seus concorrentes. E quanto mais profundo for esse conhecimento, melhor. É preciso tomar cuidado com a superficialidade.

Imaginemos uma loja de calçados femininos em um pequeno shopping. Ao analisar os concorrentes, essa empresa lista todas as demais lojas que também vendem calçados femininos. Para isso, a proprietária percorreu o mesmo shopping e foi observando a vitrine para verificar produtos semelhantes. Ao concluir sua busca, identificou 3 lojas que vendem produtos similares.

Muitos consideram essa informação suficiente. Mas cabe perguntar: todas as lojas vendem, por exemplo, sapatilhas, botas e sandálias? Ou alguma loja não vende algum desses produtos? E se não vende, por que essa escolha? Há alguma loja que vende algum produto que a sua loja não oferece?

Apenas a definição: “os concorrentes de uma loja de calçados femininos são outras lojas de calçados femininos” é muito vaga. É preciso e é possível ir além.

É importante ainda estar atento aos serviços e produtos complementares: aquilo que seus concorrentes oferecem que não são o carro-chefe da empresa mas que pode ser visto como um diferencial para os consumidores.

Ainda no exemplo da loja de sapatos femininos, pode acontecer de um dos concorrentes oferecer também palmilhas personalizadas. Não é uma loja de palmilha, mas é um produto oferecido como complemento à venda dos calçados. E isso precisa ser do seu conhecimento.

Diferenciais de mercado

Cada vez mais os consumidores estão informados e atualizados sobre tudo o que acontece. O acesso à informação está muito fácil e constante. Assim, já é comum o consumidor estar informado sobre as características de uma empresa antes mesmo de contatá-la e muito antes de adquirir um dos seus produtos ou serviços.

Por isso, que fique claro: os consumidores sabem os diferenciais dos seus concorrentes, ainda que você não saiba.

Conhecer os diferenciais apresentados pelos seus concorrentes é útil tanto durante uma negociação com seus potenciais clientes como para buscar a sua diferenciação no mercado.

E pode haver diferencial nas mais diversas áreas da empresa: política de preço, logística, marketing, facilidade de pagamento, inovação, dentre outras.

Conhecer os Concorrentes

Posicionamento e imagem

Philip Kotler, conhecido como pai do marketing moderno, afirma que o posicionamento é “a ação de projetar o produto e a imagem da organização, com o fim de ocupar uma posição diferenciada na escolha de seu público-alvo“.

Toda empresa busca se posicionar no mercado de alguma forma. Há sempre um desejo da empresa de ter a organização e os produtos e serviços vistos como algo benéficos e vantajosos para os consumidores.

Diante de todo o esforço da empresa de bem posicioná-la, utilizando as mais variadas metodologias, ferramentas e meios de comunicação, há o acolhimento ou a resposta por parte dos consumidores, isto é, a imagem que foi realmente gravada pelos consumidores (pode aqui haver uma concordância ou uma discrepância entre aquilo que a empresa buscava ter como imagem através do seu posicionamento e aquilo que realmente ficou claro para o consumidor).

É fundamental conhecer os seus concorrentes também sob a ótima da busca por posicionamento e da imagem que o mercado tem da empresa. Isso é útil, dentre outras utilidades, para também bem posicionar a sua empresa e para aproveitar dos gargalos deixados pelos concorrentes.

Trata-se também de uma dinâmica que constante mutação: uma análise pontual não basta. É preciso um monitoramento contínuo do mercado.

Analisar os concorrentes

Colocando em prática

Se, por um lado, é nítida a necessidade da acompanhar o mercado, por outro sabemos da ausência de estrutura, pessoas, ferramentas e/ou recursos financeiros para realizar tal atividade.

O primeiro passo é compreender a necessidade de monitorar o mercado, e ter claro as oportunidades de negócios que podem ser exploradas a partir desse monitoramento. Compreendido a necessidade, há basicamente três formas de realizá-la:

  1. Totalmente internamente, com recursos próprios (através de um departamento de marketing, por exemplo);
  2. Totalmente externamente, contratando recursos de terceiros (através de uma consultoria empresarial que atue com Inteligência de Mercado, por exemplo);
  3. Um misto dos recursos internos e externos.

A análise do melhor meio para cada empresa depende de uma série de fatores. O importante é não negligenciar essa atividade, conduzindo sua empresa como se fosse uma ilha isolada ou como se o conhecimento dos seus concorrentes fosse imutável.

——————–

Quer conhecer mais sobre os serviços de Inteligência de Mercado? Clique aqui.

Saiba por que contratar uma consultoria empresarial. Material gratuito!

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado