estratégia empresarial

Consultoria de planejamento estratégico – Ajuda precisa

Consultoria de planejamento estratégico – Ajuda precisa

Consultoria de planejamento estratégicoA experiência e as pesquisas de mercado mostram que planejar é uma das maiores dificuldades do empresário brasileiro. Isso é perceptível tanto nas grandes ações como nas pequenas atividades do dia-a-dia. Por isso, contar com uma consultoria de planejamento estratégico pode ser uma escolha certeira para aprender e aplicar a arte do planejamento e aproveitar dos benefícios dessa boa prática de gestão.

O planejamento estratégico envolve todo o processo de coleta, filtro e análise de informações e, principalmente, o uso dessas informações para decidir e elaborar o caminho que uma empresa percorrerá para atingir os objetivos almejados.

Vamos nesse artigo explorar e entender como uma consultoria de planejamento estratégico pode ajudar uma empresa (inclusive micro, pequenas e médias empresas) a trilhar o caminho do sucesso.

Você pode ainda se aprofundar nesse assunto através desses artigos:


A importância do planejamento estratégico

O planejamento estratégico é fundamental para definir a direção em que uma empresa deve caminhar. Em uma analogia simples, não basta saber que você está na cidade de São Paulo-SP e tem o objetivo de chegar à cidade de Salvador-BA; é preciso descobrir, analisar e decidir sobre qual o melhor meio de transporte, os custos envolvidos, o melhor período para viajar, quais são os riscos, o que se espera encontrar no destino, e muito mais. Assim, podemos dizer que o planejamento estratégico é esse estudo e definição sobre como, de maneira concreta, os objetivos da empresa serão atingidos.

Infelizmente, é grande o número de empresas, de todos os portes, que desejam e buscam crescer, mas não sabem como isso acontecerá. Falta um bom planejamento estratégico.

Dentre outros aspectos, o planejamento estratégico deve analisar, decidir e direcionar sobre:

  • Os objetivos organizacionais;
  • Como os objetivos serão atingidos e o que é necessário para que isso ocorra;
  • Os recursos (financeiros, humanos, tecnológicos, e outros) necessários;
  • O retorno que se espera sobre todo o investimento;
  • Os riscos e ameaças que estão previstos no caminho e sobre aqueles que são inesperados;
  • Prazos, responsabilidades, meios para medir o desempenho;
  • As pessoas e profissionais envolvidos e o papel de cada um;
  • As características do mercado e as tendências.

O planejamento estratégico trata-se, portanto, de um estudo e planejamento completo e bastante detalhado que irá conduzir a empresa e ajudá-la a aproveitar bem de todos os recursos e oportunidades disponíveis.

Como uma consultoria de planejamento estratégico pode ajudar

Justamente pela sua amplitude e importância é que uma consultoria de planejamento estratégico pode ser fundamental e valiosa no momento de analisar e definir os rumos de uma empresa. De fato, uma ajuda precisa.

Contar com o auxílio de uma consultoria para elaborar o planejamento estratégico de sua empresa é ter presente o conhecimento, a experiência e o trabalho de consultores especializados que podem tornar o seu planejamento mais consistente, fundamentado e realista, aumentando as chances de sucesso.

Aqui na Intelliplan Consultoria Empresarial, através da nossa área de Estratégia Empresarial, já ajudamos dezenas de empresas a revisar o seu negócio, compreender melhor o mercado e elaborar planejamentos adequados para o seu crescimento.

O trabalho de uma consultoria de planejamento estratégico é realizado em parceria com o cliente, e não de forma isolada ou terceirizada. É a união do conhecimento e experiência dos consultores com toda a bagagem dos sócios e gestores da contratante que permite desenvolver um planejamento estratégico que realmente favoreça o alcance dos objetivos. Para compreender melhor o trabalho de uma consultoria de planejamento estratégico, acesse o artigo: Como funciona uma consultoria empresarial.

E depois que o planejamento estiver elaborado?

Obviamente, o planejamento estratégico não é o fim último, mas o meio para atingir os objetivos. Isso significa que após o seu desenvolvimento entra uma etapa ainda mais difícil: a execução daquilo que foi planejado. E aqui está mais um grande desafio das empresas, principalmente devido ao mercado em contínua mudança.

Contudo, é preciso compreender que mesmo sem um planejamento estratégico toda empresa trabalha diariamente para crescer e se manter competitiva no mercado. O que ocorre é que desenvolver um planejamento torna esse trabalho diário mais organizado, focado e permite medir se, de fato, os resultados esperados estão sendo alcançados.

E este é mais um ponto importante: tão importante quanto planejar e executar o planejado, é medir e acompanhar os resultados.

Como fica o planejamento diante das mudanças no mercado?

Outro ponto fundamental diz respeito ao monitoramento do mercado. Com as mudanças contínuas no mercado, nenhum planejamento estratégico é perene. Daí surge a necessidade de estar atento a tudo o que acontece no mercado e que pode atingir a sua empresa.

Para ajudar micro, pequenas e médias empresas que desejam monitorar o mercado a fim de responder com mais precisão às oportunidades e ameaças, a Intelliplan oferece a solução chamada ADI-Mercado.

Através do ADI-Mercado as empresas podem acompanhar as notícias e publicações sobre o mercado em que atuam, auxiliado por consultor experiente para realizar as análises e tomar decisões estratégicas.

 

 

Por que contratar uma consultoria de planejamento estratégico?

Para compreender ainda melhor como uma consultoria de planejamento estratégico pode ajudar a sua empresa a alcançar melhores resultados, acesse o e-book que a Intelliplan desenvolveu para tratar dessa questão: Por que contratar uma consultoria empresarial?

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Posted by Consultor Intelliplan in Consultoria
Estratégia empresarial – Como conseguir melhores resultados

Estratégia empresarial – Como conseguir melhores resultados

Estratégia empresarialA busca por resultados cada vez melhores é incessante em todas as empresas. Porém, muitas são aquelas que não possuem uma estratégia empresarial que conduza para continuamente vencer as barreiras e melhorar os resultados. Há, portanto, muitas empresas que querem crescer, mas não se preparam para isso.

Esse preparo e definição de como a empresa atuará no mercado e internamente é realizado através da estratégia empresarial. É nela que a empresa deve condensar as informações e as definições sobre os objetivos que deseja alcançar e o caminho que irá trilhar. Mais do que isso: a estratégia não deve ser apenas um guia, mas uma ferramenta continuamente utilizada pela empresa para tomar decisões e acompanhar o desempenho.

A importância da estratégia empresarial

Peter Drucker afirma que “quando a empresa traça objetivos e metas, e busca alcançá-los, ela tem claramente definido o porque ela existe, o que e como faz, e onde quer chegar“.

Quando falamos de estratégia empresarial, portanto, não nos referimos apenas a uma boa prática de gestão. Trata-se de algo fundamental para a existência e condução de toda empresa: a estratégia não é apenas um mapa, mas ela define as características da empresa e do negócio, a maneira como ele é conduzido e onde ele deve chegar. A estratégia trata diretamente da essência da empresa.
É justamente por falta de uma estratégia sólida que muitas empresas ficam pelo caminho ou mudam com uma frequência desnecessária: são empresas que ainda não definiram claramente quem são, para onde estão indo e de que forma farão isso.

Obviamente, a estratégia empresarial não é o único fator que determina quem a empresa é e se alcançará o sucesso almejado. Contudo, o desenvolvimento e a execução de uma estratégia adequada aos objetivos podem impulsionar os resultados.

Se você quiser saber como uma consultoria empresarial pode auxiliar na elaboração de uma estratégia, veja neste link.

Como a estratégia empresarial pode impulsionar os resultados

Uma analogia simples pode ajudar a compreender como a estratégia empresarial impacta nos resultados. Você sabe como construir um armário desde o início? Sabe quais são as ferramentas e os materiais necessários? Sabe quanto tempo durará esse trabalho? Sabe quais são os contratempos mais comuns de acontecerem? De certo, um especialista em construção e montagem de móveis responderá a essas perguntas e executará o trabalho com muito mais eficiência e eficácia do que um leigo no assunto, pois ele possui o conhecimento, o preparo e a experiência.

A estratégia empresarial é essa preparação, é traçar o caminho antes de percorrê-lo, é se preparar para os contratempos, é reunir as ferramentas, pessoas e informações necessárias. E com certeza, as empresas que fazem isso, alcançarão os seus objetivos com muito mais eficiência e eficácia do que aquelas empresas que não tiveram o mesmo cuidado.

A estratégia impulsiona os resultados pois torna a empresa menos frágil aos desafios do mercado e é sempre um guia seguro para seguir adiante e não mudar os planos a cada pequena novidade que surge.

É preciso, portanto, possuir uma estratégia bem elaborada, baseada em dados e informações cuidadosamente coletados e analisados, e totalmente orientada para o alcance dos objetivos definidos.

O acompanhamento do mercado

Outro fator determinante é possuir uma estratégia atualizada e adequada. Há empresas que investiram tempo e recursos na elaboração de uma estratégia, mas o tempo passou, o mercado mudou e a estratégia não foi revista. Apenas ter uma estratégia não é o suficiente.

É fundamental que a empresa acompanhe o mercado e identifique movimentos que podem impactar o seu negócio. E se for necessário, revise a sua estratégia.

Para compreender melhor a importância de acompanhar o mercado, acesse o e-book: Razões para monitorar o mercado.

Razões para monitorar o mercado

Posted by Consultor Intelliplan in Estratégia Empresarial
Qual a estratégia da sua empresa para crescer?

Qual a estratégia da sua empresa para crescer?

Estratégia para crescerToda empresa deseja crescer. Mas nem toda empresa sabe como tornar isso uma realidade. E aqui não estamos falando de falta de recursos, limitação de investimentos ou mercado desfavorável. A grande consideração é que muitas empresas querem crescer mas não possuem uma estratégia para isso, não planejaram o seu crescimento.

Vamos explorar nesse artigo a importância de uma estratégia empresarial para o crescimento saudável e vertiginoso.

A busca contínua pelo crescimento

Na maioria das vezes, o crescimento está diretamente relacionado com a sobrevivência da empresa. Como as empresas não vivem de forma isolada e as demais empresas estão buscando ser competitivas, além das mudanças no mercado, não crescer pode significar ser engolido ou ficar pelo caminho.

Ainda que o mercado não esteja em um momento fácil para o crescimento das empresas, a busca do empresário deve ser o crescimento, e não apenas como se manter. Responder a pergunta “como crescer?” é diferente de responder sobre “como manter?”. Porém, aquele que está crescendo, está mantendo a sua existência; mas nem todos os que se mantém estão crescendo, e aí existe o risco para o negócio.

Ao buscar continuamente formas de crescer, ainda que o resultado concreto leve algum tempo para aparecer, a empresa concentra os seus recursos no “mais“: mais negócios, mais oportunidades, mais clientes, mais análises, mais buscas, mais tentativas. Quando as pessoas dentro de uma empresa entram na zona de conforto e deixam de buscar esse “mais” perde-se o potencial que há em cada um de criatividade e construção de novas soluções. E o que uma empresa precisa para crescer é justamente dessa criatividade e capacidade de inovação.

Daí a importância dessa pergunta: sua empresa está buscando crescer ou apenas se esforçando para manter-se?

Crescer sem estratégia?

À medida que uma empresa assume essa postura de crescimento contínuo – independente do quanto o mercado apenas mostra cenários negativos – outra pergunta deve ser respondida: qual a estratégia da empresa para crescer?

É grande o número de empresas que não possuem uma estratégia formal para impulsionar o crescimento. Muitos empresários acabam por confundir o desejo de crescer e os palpites de possíveis soluções com uma estratégia.

Não deixe de conferir o artigo: A importância da estratégia para a pequena empresa.

Para crescer de maneira consistente, sólida e segura é preciso uma estratégia empresarial bem elaborada. Uma estratégia que tenha analisado os dados de mercado, as tendências, levantado as possibilidades e considerado os riscos e oportunidades de cada uma delas, e diversas outras ações, todas de acordo com os objetivos que a empresa quer alcançar no curto, médio e longo prazos.

Cada vez mais o mercado se torna competitivo e novos concorrentes surgem. Também os consumidores parecem mudar o seu comportamento com uma frequência maior do que há poucos anos. E essas mudanças constantes exigem uma estratégia sólida. Do contrário, a empresa será levada conforme os ventos soprarem, e nem sempre os ventos sopram na direção desejada pelos empresários.

Uma estratégia de crescimento atual e revisada

Algumas empresas, ao contrário, possuem uma estratégia. Foi elaborada com qualidade e vem orientando os negócios. Porém, está desatualizada, não foi revisada recentemente.

Toda estratégia necessita de revisão periódica. As pessoas, as empresas, o mercado e as situações mudam e aquilo que foi definido pode não surtir mais o efeito desejado.

Supondo que você queira ir de carro de São Paulo até Campinas. Você então elabora a sua estratégia: avalia todas as rotas possíveis, os custos, o tempo, e escolhe aquela que é mais adequada. Na data programada, você começa o seu trajeto. Na metade do caminho, porém, você descobre que uma das rodovias está interditada, e terá que tomar um caminho até então não previsto. Será preciso revisar a sua estratégia, pois um caminho novo significa uma nova duração de viagem, alteração nos custos, e muitos outros fatores.

Da mesma forma com a estratégia empresarial: se uma estratégia foi elaborada em 2014 para o período de 5 anos, é bem provável que até o ano de 2019 aconteçam situações não previstas. Isso pode até não mudar o objetivo final, mas pode exigir revisar o caminho a ser percorrido.

Vale a pena pedir ajuda?

Possuir e executar uma estratégia empresarial traz muitos benefícios para as empresas. Justamente por isso deve haver o cuidado no desenvolvimento da estratégia.

Se, por um lado, cada empresa é inteiramente responsável por sua estratégia (não é algo que possa ser terceirizado, pois faz parte da essência de todo negócio), por outro, ela pode contar com a ajuda de profissionais experiências nesse tipo de atividade. E uma das opções é contratar uma consultoria empresarial.

Por que contratar uma consultoria empresarial?

A Intelliplan Consultoria Empresarial atua diretamente com micro, pequenas e médias empresas ajudando-as a desenvolver suas estratégias de crescimento, através da área de Estratégia Empresarial. Aproveite para conhecer!

Posted by Consultor Intelliplan in Estratégia Empresarial
A importância da estratégia para a pequena empresa

A importância da estratégia para a pequena empresa

Estratégia - Pequena empresaA pequena empresa, tal como as empresas de qualquer porte, deseja consolidar o seu negócio e crescer. A pergunta a se fazer é: qual a estratégia que está sendo seguida para alcançar esse objetivo? Existe essa estratégia?

A realidade vivida pela pequena empresa envolve muito dinamismo e poucos recursos, e justamente por isso é necessário um plano orientador para alcançar os objetivos. Infelizmente, muitas pequenas empresas negligenciam essa atividade e tornam-se puramente operacionais, permitindo que as ações sem planejamento as levem para algum lugar, e não que um planejamento prévio oriente as ações para que elas conduzam a empresa a um lugar determinado.

Vamos explorar nesse artigo a importância da estratégia empresarial para a pequena empresa, e como ela pode iniciar ou aprimorar a sua estratégia.

As diversas situações vividas pela pequena empresa

Se observarmos com atenção, constataremos que no dia-a-dia de uma pequena empresa uma série de atividades são realizadas e decisões são tomadas e, muitas vezes, sem ter uma direção comum para onde tudo aponta. Em outras palavras, muitas situações são vividas tendo em vista apenas o presente, o momento atual, e não o futuro e como aquela ação pode impactar positivamente ou negativamente nos negócios da empresa.

Isso é observado tanto no ambiente interno, em tudo o que deve ser administrado e executado, como também na atuação externa, na maneira como a empresa se relaciona com os clientes, concorrentes e com o mercado em geral. A falta de um plano orientador gera ações desvinculadas e, por vezes, maléficas para o futuro da empresa, e se que só serão percebidas com o passar do tempo.

Uma compra maior pode ser interessante no momento, mas causar impacto negativo no futuro da empresa; uma ação de marketing pode ser muito atraente no hoje, mas corre o risco de encaminhar a empresa para uma direção que ela não gostaria e que só perceberá no futuro (pela ausência da estratégia); a contratação ou demissão de funcionários pode ser uma medida para a solução de problemas pontuais, mas que pode gerar problemas ainda maiores no futuro. E assim poderíamos discorrer por todos os departamentos da empresa.

Em meio às muitas mudanças que o mercado e a pequena empresa sofrem em um curto espaço de tempo, ter um plano que dita os objetivos e os meios de alcançá-los pode fazer toda a diferença para o sucesso e segurança da empresa.

Por que é importante uma estratégia?

A estratégia empresarial surge então como a ferramenta, a base, o fundamento para o crescimento da pequena empresa. A estratégia não é importante somente para cumprir boas práticas de administração, mas é de fato algo bom para a empresa: durante o desenvolvimento da estratégia, a empresa amplia o seu conhecimento sobre o mercado e toma decisões mais coerentes, e durante a execução, a empresa sabe que estará pisando em um solo firme e toda a empresa pode caminhar em uma mesma direção.

Se o seu sonho pessoal é ir para a Disney, é preciso então planejar como e quando isso acontecerá e trabalhar para que o sonho se torne realidade.

Da mesma forma, se sua empresa pretende crescer 50% nos próximos 3 anos, é preciso planejar como isso acontecerá. E esse planejamento não deve ser superficial; mas, ao contrário, deve coletar e analisar informações para que o caminho escolhido e as decisões tomadas sejam realistas e sejam, de fato, a melhor escolha.

Ter uma estratégia empresarial não é um luxo apenas para as grandes empresas, mas deve ser uma prioridade para todas as empresas.

Como iniciar o desenvolvimento de uma estratégia?

A primeira questão a ser analisada e respondida é se sua empresa está em condições de elaborar essa estratégia com os recursos que já possui (pessoas, experiências, conhecimentos, tempo, etc.). Para ajudar, veja este artigo: Contratar uma consultoria ou realizar o trabalho internamente?

Por vezes, desenvolver uma estratégia é um processo denso e que envolve muita pesquisa, análise e tomada de decisões. Não é algo que se realiza em poucos dias e não deve ser superficial. Não basta ter uma estratégia apenas para dizer que tem, mas é importante ter uma estratégia que realmente colabore para o desenvolvimento do negócio.

Em uma estratégia uma série de fatores deve ser considerada:

  • O negócio da empresa e sua composição;
  • Os produtos e serviços oferecidos;
  • Os concorrentes diretos e indiretos;
  • Os clientes, potenciais clientes e os não-clientes;
  • Os fornecedores e parceiros;
  • As ações de marketing e comerciais;
  • As pessoas envolvidas;
  • O planejamento financeiro e de captação de recursos;
  • Os riscos e as oportunidades envolvidas no negócio;
  • O cronograma de implantação;
  • Entre outros.

O principal ponto de partida para iniciar uma estratégia é os sócios, administradores e gestores da empresa se convencerem da necessidade e da importância desse trabalho. Do contrário, ainda que uma estratégia seja desenvolvida, depois ela ficará na gaveta, pois a consciência e a cultura da empresa não favorecem a presença e a execução da estratégia.

O auxílio de uma consultoria empresarial

Sabendo da importância de possuir uma estratégia empresarial bem elaborada, muitas empresas (inclusive pequenas empresas) recorrem ao auxílio de uma consultoria empresarial.

Veja o material: Por que contratar uma consultoria empresarial?

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Há empresas de consultorias especializadas em pequenas empresas e que oferecem o serviço de desenvolvimento de estratégias. Uma dessas empresas é a Intelliplan Consultoria Empresarial, através da sua área de Estratégia Empresarial.

O importante é o pequeno empresário não deixar que a sua empresa seja levada pelos ventos, mas que assuma o controle da empresa e dite o caminho que ela deve seguir. E esse caminho e a forma de percorrê-lo são determinados e instruídos através da estratégia empresarial.

Posted by Consultor Intelliplan in Estratégia Empresarial
Análise de mercado para pequenas empresas vale a pena?

Análise de mercado para pequenas empresas vale a pena?

Análise de mercadoDentre as muitas dúvidas que uma pequena empresa enfrenta, uma delas é se vale a pena investir em uma análise de mercado. De maneira ainda mais objetiva: investir tempo e dinheiro analisando o mercado trará algum retorno vantajoso para a empresa?

Os recursos disponíveis para uma pequena empresa são escassos. Por vezes, ocorre até mesmo de não haver nenhuma reserva para investimentos. Por outro lado, a falta de conhecimento gera muitas vezes insegurança e paralisia. E a falta de conhecimento sobre o mercado pode resultar em muitos riscos para a empresa.

É dentro dessa perspectiva que se deve avaliar se uma análise de mercado é algo interessante para uma pequena empresa. Até que ponto a falta de conhecimento sobre o seu mercado de atuação afeta uma empresa?

Para que uma análise de mercado?

Uma análise de mercado pode ser utilizada para as mais diversas finalidades, mas em última instância, a análise não é produto final, mas o meio para levantar informações e a partir delas aumentar o conhecimento e tomar decisões mais apuradas.

Vamos criar uma situação para facilitar a compreensão. Imagine uma empresa que decidiu investir na divulgação dos seus produtos, algo inédito para essa empresa. O João, empresário e administrador do negócio, baseado em sua experiência e conhecimento, acredita que desenvolver alguns panfletos e anunciar na rádio da cidade alcança um bom número de pessoas a um preço acessível. E ainda complementa: “Nunca ouvi propaganda de nenhum de nossos cinco concorrentes na rádio, e os panfletos que já peguei eram muitos simples. Iremos nos destacar!”. Confiante, o empresário reúne suas economias, contrata uma agência de propaganda, negocia os valores e dá início ao trabalho e à divulgação.
O que o João não sabia é que duas novas empresas haviam chegado à cidade vizinha oferecendo um produto muito semelhante ao seu, e ambas com o propósito de atuarem também na cidade da sua empresa. Mais do que isso, antes de virem para a vizinhança, elas estudaram as empresas que já atuavam na região, inclusive a empresa do João. Por serem empresas que estavam acostumadas a atuar em mercados competitivos, já chegaram com um bom plano de marketing, que não só utilizariam dos meios mais tradicionais de divulgação – como os panfletos e o rádio – como também fariam o uso das diversas ferramentas de marketing digital.
Para a surpresa do João, tão logo sua propaganda começou e ele tomou conhecimento dos dois novos concorrentes. Percebeu que sua ação não era tão inovadora assim, e até sentiu certa raiva por não ter tomado conhecimento dos novos concorrentes antes.
O investimento do João não foi em vão, mas poderia ter sido melhor aproveitado.

Uma análise de mercado realiza o levantamento de informações, e uma posterior análise, não somente dos concorrentes, mas de todos os envolvidos com o seu negócio, os chamados stakeholders.
Há muito que se pode e se deve saber sobre o mercado, principalmente antes da tomada de decisões, e negligenciar um bom estudo pode custar caro para uma empresa.

Uma análise de mercado pode contemplar, dentre outras atividades:

  • Pesquisas qualitativas e quantitativas (pesquisa de mercado, de satisfação, de imagem, e outras);
  • Estudos de viabilidade econômica e mercadológica;
  • Análise do desempenho de concorrentes;
  • Avaliação do mercado e das oportunidades de crescimento;
  • Identificação das perspectivas de mercado e as tendências de consumo e competitivas.

Se tratando de uma pequena empresa, tais informações e estudos podem ser o diferencial e a ponte para um crescimento de sucesso.

Analisando o mercado

Como dar início à análise de mercado? A primeira dúvida é sobre quem realizará este trabalho.

Faça o download gratuito do material Por que contratar uma consultoria empresarial?

Por que contratar uma consultoria empresarial?

Se a sua empresa possui as ferramentas e conhecimentos necessários, mãos à obra!
Com o dinamismo atual do mercado, novidades surgem a todo momento e mudanças acontecem e se fazem necessárias. Tardar para conhecer melhor o mercado pode significar perda de oportunidades e o desconhecimento de ameaças para o seu negócio.

Há no mercado diversas empresas que oferecem o serviço de análise de mercado. Essas empresas, em geral de consultoria empresarial e mercadológica, possuem as suas especialidades e experiências, e cabe analisá-las para identificar aquela que mais se adapta à realidade e aos objetivos da sua empresa.

A Intelliplan Consultoria Empresarial, através das suas áreas de Inteligência de Mercado e de Estratégia Empresarial, atua na realização de análises e estudos e mercado.

O importante para o crescimento e sobrevivência de uma pequena empresa é manter-se atualizada sobre o mercado e com as informações corretas para a tomada de decisões.

Posted by Consultor Intelliplan in Inteligência de Mercado